23 de mar de 2017

Eu assisti: A Bela e a Fera!!


🌷Olá, meus lindos!🌷

Sentiram falta de mais um "Eu Assisti"? Quem acompanha o blog a mais tempo, sabe que essa "série" foi feita para eu comentar sobre os filmes que assisti recentemente, como uma crítica, e ouvir a opinião de vocês, também! Fiquei um tempo sem falar de filmes, inclusive, lançou Moana não tem muito tempo e eu não cheguei a comentar (mas, talvez eu faça isso. É só vocês me dizerem nos comentários se querem uma crítica sobre Moana. Por ser um filme que já passou, fico meio na dúvida de fazer ou não).
Sem mais delongas, vamos à crítica! Sempre lembrando que esta conterá SPOILERS! Por isso, se você não assistiu ao filme, eu recomendo que veja antes! :3

Sinopse

A história é basicamente o que conhecemos. No início, já me deparo com a lenda do feitiço do príncipe. Os bailes chiques que frequentava, seu ego desenfreado, a arrogância visível, e a vaidade exacerbada. Ao invés de ser meras imagens abstratas, como foi o caso do desenho, no filme conta a história com cenas reais, e sem pressa. O príncipe ainda dança um pouco com várias mulheres lindas antes de receber a maldição. É uma cena digna de teatro da Broadway!
x --------------------x
Logo após contar a história do príncipe, a cena muda diretamente para o pequeno vilarejo da Bela, com a famosa música Bonjour, e conta um pouco da vida de Bela e o que os outros aldeões pensam sobre ela. Nessa história, também sabemos que Gaston acabou de voltar da guerra, e assim que chega, a primeira coisa que ele quer fazer é casar com a mulher mais linda da aldeia, ou seja, Bela. É notável as várias frases de "machismo" do personagem, como, por exemplo "as mais difíceis são as melhores presas", deixando bem claro que esse é o comportamento natural do personagem, nada foi imposto aí num sentido de ferir alguma pessoa.
x --------------------x
Logo após mostrar um pouco da vida de Bela, nos deparamos com aquelas cenas que já conhecemos: Maurice sai para viagem, acaba se perdendo na floresta, vai parar no castelo da Fera, é capturado, Bela vai atrás dele, e etc etc. Óbvio que o filme não é todo igual ao desenho, até porque ninguém quer ir para o cinema pra ver a mesma coisa, mas, prefiro falar as demais cenas relevantes em outros momentos.

Detalhes inéditos

Como eu disse, o filme não é completamente igual ao desenho, houve muitas cenas novas que considerei ótimas para o decorrer da história.
No filme, a Fera já era um homem adulto antes de ser transformado. No desenho, sabemos que o príncipe tinha mais ou menos 11 anos quando foi amaldiçoado. Isso é revelado no filme animado "A Bela e a Fera - O Natal Encantado".
x --------------------x
No desenho animado, sabemos que Gaston é um caçador, porém nada mais que isso. No filme, é revelado que ele já participou de uma guerra, contudo não temos mais detalhes sobre isso.
x --------------------x
No filme, é revelado sobre o desfecho da mãe da Bela, e a história da infância do príncipe, detalhes cortados do desenho.
x --------------------x
Há muitas outras músicas novas acrescentadas no filme, e eu pessoalmente gostei muito!
x --------------------x
O motivo de Maurice ser capturado pela Fera, é porque ele havia pego uma rosa de seu jardim, à pedido da Bela. Eu gostei desse detalhe, pois remeteu ao conto original.
x --------------------x
Nesse filme, a feiticeira da história obtém muito mais ênfase, comparada à história original, onde ela só aparece no início.
x --------------------x
Outro personagem que obtém bastante ênfase é o LeFou, que inclusive acaba como mocinho no fim.
x --------------------x
Personagens como Madame Samovar ou Horloge têm um par no fim! É revelado o pai do Zip, e que Horloge tem uma companheira que não gosta tanto assim.

Dublagens - Músicas

A dublagem, infelizmente, deixou a desejar. Eu amei as dublagens do filme de Malévola e Cinderela, por exemplo, porém eu não posso deixar de falar sobre essa. Eu esperava mais.
A voz da Bela não combinou muito com a Emma. Ouvi dizer que não foi a dubladora oficial da atriz que dublou, porém a reclamação não é essa, eu nem conheço muito a voz que dubla a Emma aqui no Brasil, eu só não achei que combinou com a atriz. A voz se tornou pouco expressiva, sem sentimentos.
x --------------------x
Outra voz que não me agradou muito foi a do Lumière. Nos trailers, imaginei que não trariam aquele sotaque francês bem visível dele, porém no filme trouxeram, e isso me aliviou mais. De qualquer forma, sua voz ficou estranha, um pouco mais delicada que o comum.
x --------------------x
Já sobre as músicas, eu fiquei decepcionada com a dublagem em relação a isso. Alteraram as rimas de todas as músicas! Sério, não dá nem pra cantarolar, que você sai do ritmo. Não sei se é culpa do filme em si, ou da dublagem (muito provavelmente da dublagem), mas isso foi um ponto a menos, com certeza. Pelo menos as canções adicionadas foram legais. Até mesmo a Fera canta! E ficou lindo! Foi uma das canções originais que mais amei!

Personagens

Bela: Minha crítica começa se tratando da compostura de Bela. No desenho, ela resolve as coisas com toda a elegância de uma dama, mesmo sendo a primeira princesa Disney de atitude (sem esperar por um príncipe encantado para resolver as coisas). No filme, a Bela não tem muito dessa delicadeza, seus momentos de desprezo pelo Gaston ou pela Fera antes de conhecê-lo melhor são bem grosseiros. Não sei se isso pode significar um ponto negativo, mas sinto falta daquela Bela educada até nos foras.
x --------------------x
Também não sei se a Emma como escolha para a princesa foi algo correto. É óbvio que ela é uma ótima atriz e não quero focar no seu lado profissional, mas sim em sua aparência. Interpretar um personagem de desenho é mais que profissionalidade, é aparência também. Seria inviável uma Bela negra, ou uma Tiana branca, por exemplo, ou talvez uma Mulan sem traços asiáticos. O problema é que faltou expressividade na Emma, algo que não é culpa dela, mas sua beleza não condiz com a da Bela. A personagem Bela tem olhos grandes e lábios um pouco mais carnudos, seria aceitável uma atriz com características parecidas. Além do mais, com a dublagem (que não é culpa do filme em si) e o rosto da atriz inexpressíveis, não senti emoção em muitas cenas da história.


Fera (Príncipe): Tem como não amar? Falando em efeitos gráficos, a Fera ficou maravilhosa!! Muito bem feita. Já sobre sua atuação, eu gostei de como fizeram a personalidade dele: infantil, agressiva, protetora, brincalhona, focaram muito mais na personalidade dele, no filme, que no desenho.
x --------------------x
Sobre o príncipe, não tenho o que reclamar: AMEI! Eu confesso que fiquei com medo quando saíram as primeiras imagens dele. Olhei e olhei, não me veio o Adam na cabeça, não parecia. Porém, agora que assisti o filme, parece e MUITO! Dan Stevens foi perfeito para esse papel, deu vontade de beijar aquela tela de cinema assim que ele apareceu, ele é simplesmente perfeito!


Gaston: Pra mim, o Luke conseguiu trazer o personagem do desenho. Eu gostei de como Gaston foi interpretado, o seu lado narcisista, machista, tudo ficou perfeito! Até na aparência, o ator conseguiu pegar todos os traços dele, inclusive seu tipo de caçador, fortão e homem da casa.
x --------------------x
Achei a intimidade dele com LeFou muito exacerbada. Mesmo o Gaston se apresentando como hétero e encantador de mulheres, foi exagerado até pra ele todo o aprochego com o outro personagem, mesmo que fossem muito chegados. Sabemos que no original não é assim, mas talvez colocaram isso para enfatizar mais o lado gay de LeFou. Em breve falarei sobre isso.


LeFou: O personagem mais polêmico desse filme. Alguns dias antes de estrear, o diretor soltou uma informação que rodou no mundo todo, e inclusive foi motivo para cancelamento das sessões do filme em alguns países: ele decidiu deixar o LeFou, digamos... Mais "afeminado". O personagem estaria confuso sobre sua sexualidade e descobriria isso aos poucos, durante o filme.
x --------------------x
Isso fica bem visível no filme, mas para crianças, acho que pode ficar sutil, discreto. As piadas de LeFou geralmente são voltadas para a sua admiração (possivelmente romântica) por Gaston, e ele costuma ter comportamentos muito delicados no decorrer da história.
x --------------------x
O personagem não ficou ruim, eu estaria mentindo se dissesse que ficou ruim. Eu o achei hilário todo o filme, e o Josh Gad (nota: dublador do Olaf) o interpretou de uma forma bastante cômica. Mas, não senti que era o LeFou. Era como se fosse outro personagem.
x --------------------x
Assista A Bela e a Fera, o desenho, e compare a Fera do desenho com a do filme: similares. Compare o Gaston do desenho com o do filme: similares. Compare o LeFou do desenho com o do filme: não são similares. LeFou, no desenho, aparenta ter os mesmos gostos de Gaston, isso se tratando de cerveja, machismo, crueldade, e mulheres. Mesmo que isso não fosse perceptível, no mínimo ele seria assexuado. O problema nem é esse, especificamente, e sim o jeito delicado do personagem, no filme. O original não passa esse comportamento. Achei ele extremamente alterado para encaixar uma condição sexual que não é imposta ao personagem original. Mesmo que muitos digam "Ah, o LeFou sempre foi meio gay mesmo", ele era um personagem tolo, bobão e divertido. Óbvio que não terá uma postura séria, mas tá muito longe de ser homossexual.
x --------------------x
Outro ponto que acho que alterou a essência do personagem, é que no final do filme, LeFou acaba se tornando mocinho. Eu imagino que isso é imposto a ele por conta de sua sexualidade: ele acaba, "indiretamente", encontrando um par no final. Ele não poderia ganhar um namoradinho, sendo cruel. O original, mesmo discordando de Gaston algumas vezes, sempre o apoiava, independente das circunstâncias.
x --------------------x
Além do mais, achei a colocação de LeFou como homossexual completamente estereotipada. Além do comportamento delicado dele, o seu suposto par no final da história foi o mesmo homem que recebeu o ataque do guarda-roupa na cena da invasão do castelo (se lembram quando o guarda-roupa veste um homem de mulher e ele foge, assustado?). Essa cena acontecem com três homens. Dois fogem assustados, e um acaba gostando dos trajes e maquiagens femininos, e sai do castelo saltitando como uma princesa. Achei muito estereotipado, como se todo o homossexual fosse assim. 

Empregados: Não irei falar separadamente, para não alongar muito a postagem, mas os empregados são basicamente os que mais aparecem no filme: Lumière, Horloge, Madame Samovar, Zip, Plumette, Garderobe e Maestro Cadenza.
x --------------------x
Todos os personagens estavam maravilhosos, foram muito bem interpretados e os atores conseguiram trazer a essência dos personagens originais à tona!
x --------------------x
O único detalhe que tenho para ressaltar é o fato de muitos personagens terem sido alterados. Eles não tocaram nos principais, nem seriam loucos de tocarem, mas alguns mais secundários foram bem modificados. No desenho, a espanador, antiga empregada do castelo, era uma mulher branca chamada Fifi. No filme, é uma mulher negra chamada Plumette. Eu, sinceramente, não vejo defeito nisso, achei a atriz maravilhosa e interpretou muito bem, mas é um detalhe curioso para ressaltar (e eu confesso ter sentido falta da Fifi, hehe).
x --------------------x
Outra personagem que merece destaque é a Guarda-Roupa, que não tinha um nome específico no desenho, e agora, no filme, chama-se Garderobe. Não lembro dela ter sido apresentada no desenho em sua forma humana, porém nesse ela aparece e com frequência. A atriz consegue trazer à tona esse ar extravagante da personagem original e eu simplesmente amei isso!
x --------------------x
Um personagem que também fora extremamente modificado é o Maestro Cadenza, um simpático e engraçado compositor, romance da Garderobe, que fora transformado num piano. Quem gosta de A Bela e a Fera, sabe que no filme de natal, o piano se chama Forte e é vilão da história, por isso a grande alteração. Mas, no geral, gostei dos personagens, mesmo modificados.
x --------------------x
Continuando a falar sobre eles, um detalhe que me desagradou um pouco foram os diversos beijos entre personagens que aconteceu no final da história. Como muitas crianças iriam ver o filme, achei algo um pouco ousado/exagerado para se colocar. Não que eu tenha me importado, eu definitivamente não ligo para beijos, mas o único que achei realmente importante ali foi o da Bela com o príncipe. Bom... Isso vai de visão pra visão, não chega a ser um ponto negativo, mas é um detalhe que eu preferi ressaltar.

Gráficos - Figurinos

Não preciso nem comentar, ficaram perfeitos! Eu amei os figurinos, eles ressaltaram muito mais a França antiga que no próprio desenho, com todas aquelas perucas e vestidos extravagantes. As personagens negras ficaram maravilhosérrimas em vestidos brancos, realçou muito mais a cor delas!
x --------------------x
O vestido da Bela poderia ter sido um pouco mais detalhado, pois era simples demais, principalmente nas mangas, e não o achei muito cheio, comparado ao desenho. Nisso deixou um pouco a desejar, porém os demais figurinos ficaram impecáveis!
x --------------------x
Sobre os gráficos, nem preciso falar: ótimos! A forma como deram a vida aos empregados transformados em utensílios, à Fera se movimentando por aí, à transformação final, tudo é mágico! Eu recomendo assistir em 3D, os efeitos são muito bons!!

Nota: May, você não se ofendeu com as mudanças drásticas de Malévola, por exemplo. Por que está sendo exigente com alguns pontos do filme?
R - Eu cresci, estou mais crítica. Malévola foi meu primeiro live-action, é óbvio que me encantei com ele. Atualmente eu sequer consigo assisti-lo mais. Ninguém vai pro cinema querendo ver uma cópia de outro filme, mas alterá-lo quase 90% é um pouco inaceitável (como foi com Malévola). Eu aceitei na época, por ser meu primeiro live-action. Atualmente, serei mais crítica sim, principalmente com esse filme (A Bela e a Fera), que é um live do meu clássico preferido. Então, não se assustem com os meus pontos.

Nota final: ðŸŒ•ðŸŒ•ðŸŒ•ðŸŒ•
(Lua, pra ficar mais original :v)

Fim de postagem! E vocês, o que acharam do filme? Quais outros pontos gostariam de ressaltar? Comentem aqui embaixo!

Um beijo da May


4 comentários:

  1. Oi poderia divulgar o meu blog Babado Zumbi?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpa, é que eu voltei no blog e ninguém mais tá vendo, os blogs de MH sumiram todos. Eu só queria que mais pessoas que ainda estão no blogger pudessem ver mas tudo bem.

      Excluir
    2. Eu entendo, também ando com poucas visitas no blog, porém você chegou aqui simplesmente pedindo divulgação. Sequer falou da postagem, ou do blog, foi apenas "divulga meu blog", e eu acho isso um pouco de desconsideração.
      Sem querer ofender, é claro, eu amei seu blog e já o sigo faz um tempo, só acho que foi falta de consideração da sua pessoa, para com o meu blog.
      Quem sabe lá na frente a gente faz uma parceria e seu blog vai pra minha lista ao lado :)
      bjs<3

      Excluir

Oi, fico feliz que vai comentar ^-^ mas antes leia as regras:

1- Seu comentário será moderado, pense no que vai dizer!
2- Deixe o link do seu blog nos comentários e eu irei seguir! Porém, antes, fale do post para mostrar consideração!
3- Não divulgue concursos nos comentários que não seja sobre um dos assuntos do blog.
4- Não fale palavrões ou insinuação de palavrões.
5- Não divulgo blogs ou quaisquer coisa.
6- Qualquer comentário ofensivo será excluído.

Página Anterior Próxima Página Home